sexta-feira, 17 de abril de 2015

TRÊS PESSOAS SÃO PRESAS ACUSADAS DE PRATICAREM ASSALTOS, EM CASTANHAL


A Polícia Militar prendeu três adultos e apreendeu dois adolescentes acusados de terem praticado diversos assaltos na cidade de Castanhal, nordeste do Pará. Uma arma de fogo foi retirada de circulação e um carro com registro de roubo foi recuperado. As prisões ocorreram na quarta-feira (15).


Adriano Fernandes, 19, e um adolescente de 17 anos foram os primeiros a serem apresentados na delegacia do centro da cidade. Eles foram reconhecidos como sendo os autores de um roubo de um aparelho celular ocorrido no bairro Jaderlândia, por volta das 8h. A vítima teve uma arma de fogo apontada em direção de sua cabeça.

Em menos de trinta minutos a guarnição do sargento Belém localizou os assaltantes no conjunto Rouxinol. Um dos acusados arremessou a arma de fogo para dentro de uma casa, provocando um disparo acidental que por pouco não atingiu um inocente.

O revólver calibre 38 com cinco munições intactas e uma deflagrada foi apreendido. O aparelho celular foi recuperado e entregue à vítima.

VEÍCULO RECUPERADO

No mesmo dia, a equipe do capitão Isaque recuperou um carro que havia sido roubado de dentro de uma residência situada no bairro Estrela. Anderson dos Santos Sá, 26, e Anderson Costa Moura, 24, foram presos. Uma adolescente de 16 anos, que também teria participado da ação criminosa, foi apreendida.

De acordo com a polícia, Anderson
Sá e Anderson Costa fazem parte de uma quadrilha especializada em assaltar residências. Eles ainda são acusados de, na noite de terça-feira (14), terem assaltado uma farmácia localizada no bairro Nova Olinda.

ENTORPECENTE

Ainda na quarta-feira, por volta das 16h, a guarnição do cabo S. Silva realizava ronda de rotina pela ocupação Ana Júlia, área do bairro Novo Estrela, quando avistou pessoas suspeitas dentro de uma barraca. Os suspeitos fugiram quando perceberam a viatura se aproximando. No interior da barraca de lona foram encontradas 40 "petecas" de pasta base de cocaína. "Iremos intensificar ações como essas, para tentar diminuir o índice da
criminalidade em Castanhal", disse o coronel França (comandante do 5º BPM).

Reportagem: Tiago Silva

quinta-feira, 16 de abril de 2015

REVÓLVER MUNICIADO É APREENDIDO COM DUPLA DE ASSALTANTES

Um adolescente foi apreendido e um adulto foi preso, acusados de terem roubado um aparelho celular de uma jovem no bairro Jaderlândia, periferia da cidade de Castanhal, nordeste do Pará. A Polícia Militar apreendeu uma arma de fogo municiada e ainda conseguiu recuperar o objeto roubado.

O crime ocorreu ontem, por volta das 8h. A vítima contou que transitava pela rua principal do bairro Jaderlândia quando foi abordada por dois homens, que já se se aproximaram anunciando um assalto. Com uma arma de fogo apontada em direção de sua cabeça, a mulher foi obrigada a entregar seu aparelho celular. Em seguida, a dupla fugiu em disparada.

Em menos de trinta minutos a Polícia Militar localizou os assaltantes no conjunto Rouxinol. Durante a fuga, um dos acusados arremessou a arma de fogo para dentro de uma casa, provocando um disparo acidental que por pouco não atingiu um inocente.

O revólver calibre 38 com cinco munições intactas e uma deflagrada foi apreendido. O aparelho celular foi recuperado e entregue à vítima. A dupla foi apresentada na delegacia do centro da cidade para a realização dos procedimentos cabíveis.

Adriano Fernandes, 19, foi autuado por crime de assalto a mão armada, além de corrupção de menor. O adolescente de 17 anos ficou de ser internado em um abrigo para adolescentes infratores.

Reportagem: Tiago Silva

quarta-feira, 15 de abril de 2015

MARAPANIM: SUSPEITO DE MATAR SECRETÁRIO CONFESSA O CRIME

Antônio José Silva Reis, o conhecido "Bond", de 34 anos; já se encontra à disposição da justiça. Ele teria sido o autor do disparo de arma de fogo que ceifou a vida de Cláudio Márcio da Silva, 41, que era secretário de habitação da prefeitura municipal de Marapanim, região nordeste do Pará.

Acusado
O crime ocorreu no dia 27 do mês de outubro do ano passado. Vítima e acusado ingeriam bebida alcoólica em um bar situado no bairro do Aterro, em Marapanim. Houve um desentendimento e o secretário de habitação foi atingido no abdômen por um tiro de pistola calibre 380. Cláudio Márcio da Silva foi socorrido, mas morreu logo que deu entrada no hospital.

Após o crime, Antônio José Silva Reis montou em sua motocicleta e fugiu em direção ao bairro Sol Nascente, onde residia. Em seguida, o acusado fugiu para outro município do interior do Estado e passou a ser procurado pelas policias civil e militar.

Seis meses depois, o principal suspeito resolveu se entregar. Na manhã de ontem Antônio José Silva Reis se apresentou espontaneamente na delegacia de polícia de Marapanim. Contra ele já existia um mandado de prisão preventiva expedido pela comarca daquele município.

Vítima
Em depoimento, Antônio confessou o crime. "Eu estava discutindo política com o Cláudio. Ele me chamou de corno. Fiquei irritado e fui até minha casa para pegar minha pistola. Retornei ao bar e cometi o assassinato", contou.

Mas, segundo testemunhas, Cláudio teria colado um adesivo com a foto de um político em um dos braços de Antônio, que saiu do bar irritado e minutos depois retornou para matar seu desafeto.

Antônio José Silva Reis, o "Bond", responderá processo de homicídio doloso, provocado por motivo fútil e sem dar chances de defesa à vítima. Ele já se encontra custodiado no sistema penitenciário.

Reportagem: Tiago Silva

terça-feira, 14 de abril de 2015

TRÊS HOMENS SÃO FLAGRADOS COM ENTORPECENTES

Em quatro dias, policiais militares tiraram de circulação três pessoas que estariam praticando o tráfico de drogas no município de Santo Antônio do Tauá. Os acusados já vinham sendo monitorados pela equipe do capitão Fábio Souza Campos.

No sábado (11), por volta das 2h, Diego Luz da Paixão, vulgo ‘’Barão’’, foi abordado em via pública e com o mesmo policiais militares encontraram 15 pequenas porções de pó de cocaína e mais 28 ‘’petecas’’ de pasta base de cocaína, prontas para serem comercializadas.

A segunda prisão ocorreu durante a madrugada de domingo (12), depois que outra guarnição da Polícia Militar encontrou duas pedras de óxi em poder de um viciado. O usuário disse que havia comprado o entorpecente de um traficante de nome João Joílson Cardoso Raiol. Dentro da casa do acusado foram encontrados 4 cartuchos de maconha e mais 6 pedras de óxi.

Já na tarde de ontem, por volta das 14h, Jean Raimundo Nascimento Penha foi flagrado em poder de 25 pedras de óxi. Ele trafegava pela rua principal do bairro da Quinta quando foi abordado por policiais que realizavam ronda ostensiva em motocicletas.

Jean Raimundo Nascimento, 19, Diego Luz da Paixão e João Joílson Cardoso, ambos de 28 anos, foram autuados por crime de tráfico de drogas e já e encontram à disposição da justiça.

Reportagem: Tiago Silva

DUPLA É DETIDA SUSPEITA DE ROUBAR TÁXI

Dois jovens teriam roubado um carro no município de Igarapé-Açu. Houve perseguição e troca de tiros entre a polícia e os suspeitos, que foram detidos já no município de Castanhal. Um revólver calibre 38 foi apreendido e o veículo roubado foi recuperado.

De acordo com a polícia, Anderson Messias Travassos, de 30 anos (originário de São Miguel do Guamá), e Deivid Macedo Barreto, 20 (residente de Ananindeua), “curtiram” uma festa em Igarapé-Açu. Sem dinheiro, teriam resolvido assaltar um taxista. Chegando a Castanhal, o taxista aproveitou o sinal vermelho de um semáforo para se jogar do carro e escapar. Um dos suspeitos assumiu a direção do volante e fugiu, na companhia do comparsa.

Várias viaturas da Polícia Militar acompanharam os suspeitos e os alcançaram no bairro da Saudade. Os policiais foram recebidos a bala e revidaram. Anderson foi alvejado no braço direito e corre o risco de perder o membro. Deivid foi atingido no braço esquerdo e de raspão na cabeça. Nenhum policial ficou ferido.

Os suspeitos foram encaminhados para o hospital de urgência e emergência de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB). 

Assim que receber alta médica, a dupla será transferida ao sistema prisional para responder criminalmente por roubo, porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio contra os policiais.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 13 de abril de 2015

CICLISTA PERDE A VIDA APÓS SER ATROPELADO

Na noite de sábado (11), por volta das 22h, uma carreta atropelou e matou um ciclista que trafegava na altura do km 4 da rodovia BR-010, em Santa Maria do Pará, município do nordeste paraense.

O motorista da carreta, ainda não identificado, parou para prestar socorro, mas o ciclista Antônio Dulcivaldo Teles de Oliveira, de 36 anos, já estava sem vida. As policias civil e militar auxiliaram os policiais rodoviários federais na organização do trânsito até a chegada de peritos que removeram o corpo para o Instituto Médico Legal (IML) de Castanhal. A vítima era natural do município de Igarapé-Açu.

O carreteiro se apresentou na delegacia de Santa Maria do Pará e responderá, em liberdade, o processo de homicídio culposo no trânsito (quando não existe a intenção de matar).

Reportagem: Tiago Silva
Vítima

SOLDADO PM REFORMADO MATA VIGILANTE COM TIRO DE PISTOLA

Rosinaldo José Carneiro Pinheiro (soldado reformado da Polícia Militar) foi preso acusado de ter assassinado o vigilante Lenilson de Sousa Garcia. O crime aconteceu no sábado (11), por volta das 23h, no centro do município de Curuçá, região do salgado.

Vítima e acusado estavam em um bar ingerindo bebida alcoólica quando se desentenderam e, durante a discussão, Rosinaldo efetuou um disparo de pistola calibre 635 contra Lenilson, que não resistiu ao ferimento e morreu no local. Os soldados Adriel e Danielson conseguiram prender o acusado e ainda apreenderam a arma com a numeração raspada e contendo duas munições intactas.

Moradores, amigos e familiares da vítima revoltados com o crime tentaram depredar a delegacia de Curuçá, onde se encontrava o acusado. O policial reformado teve que ser conduzido para o prédio da Superintendência Regional da Zona do Salgado (SRZS) para ser ouvido pelo delegado de plantão que o autuou por crime de homicídio doloso.

Após todos os procedimentos, Rosinaldo José Carneiro Pinheiro foi transferido para o presídio Anastácio das Neves, em Santa Isabel do Pará, para ficar à disposição da justiça.

Reportagem: Tiago Silva