sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

FORAGIDOS DO MARANHÃO SÃO RECAPTURADOS EM CURUÇÁ

Foragidos da justiça do Maranhão
No município de Curuçá, nordeste paraense, várias prisões foram efetuadas pelas equipes dos sargentos Santos, Brito , A. Farias; cabo Fábio e soldado César, todos da Polícia Militar. Na Vila do Livramento, foi presa uma dupla que teria praticado vários assaltos. Ao serem presos, os acusados deram nomes falsos, se identificaram como Anderson Melo Pires  e o Kleber Júnior Vieira, ambos com 22 anos de idade. Mas depois foi descoberto que seus nomes verdadeiros são Luciano Melo Costa e Nestor Brito Vieira Neto, os quais foram reconhecidos por várias vitimas como sendo os autores dos roubos acontecidos na Vila do Araquain, interior de Curuçá.

Material apreendido na casa em que os foragidos estavam
Durante uma revista minuciosa dentro e fora da casa em que os acusados estavam foram encontrados 15 papelotes de maconha, mais 1 kg de barrilha, um frasco contendo solução de bateria, para o preparo de entorpecentes. Ainda foram encontrados na casa 3 aparelhos celulares, que teriam sido roubados de vítimas. E também uma motocicleta modelo Titam preta de placa  JUQ-2464, possivelmente proveniente de roubo. Na delegacia de Curuçá foi descoberto que a dupla era foragida de um presídio do Estado do Maranhão, por isso estava dando nome falso.

Entorpecente apreendido com adolescente
Ainda em Curuçá, por volta de 11h da manhã de ontem (quinta-feira), a equipe do sargento Santos fazia ronda pela Vila do Abade quando avistou vários suspeitos, que fugiram quando perceberam a presença da viatura policial. Deixaram para trás um recipiente plástico contendo 46 papelotes de maconha. Depois um adolescente suspeito foi apreendido. Ele e a droga foram apresentados na delegacia de Curuçá, para os procedimentos.

Reportagem: Tiago Silva

MULHERES SÃO PRESAS ACUSADAS DE TRAFICAR DROGAS

Cristiane (dona da casa)
A Polícia Civil prendeu, no bairro Heliolândia, periferia da cidade de Castanhal, nordeste paraense, Edilane Silva Alencar , 18, e Cristiane Areia da Silva, de 33 anos. Na casa em que elas estavam foi encontrada uma grande quantidade de maconha prensada, além de uma arma de fogo de fabricação artesanal, que estava municiada.

A prisão foi efetuada por policiais civis da Seccional do Jaderlândia. Edilane e Cristiane foram apresentadas para o delegado Paulo Benício, que as autuou por crime de tráfico de entorpecente. Ficaram de ser transferidas para o presídio feminino de Ananindeua.

Reportagem: Tiago Silva

CASAL É PRESO ACUSADO DE MAUS-TRATOS CONTRA IDOSA

Manoel Carlos Costa, 56, e sua esposa Ivanilda Lopes da Silva, 55, foram presos acusados de maus-tratos praticados contra uma idosa, de 76 anos. A vítima é mãe de Manoel e sogra de Ivanilda. A prisão foi efetuada por uma guarnição da Polícia Militar e aconteceu ontem (quinta-feira) de manhã, por volta das 11h, após denúncias de populares.

O casal foi apresentado na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) da cidade de Castanhal, nordeste paraense. “Vizinhos ligaram para o 190 denunciando que uma idosa, moradora do bairro Jaderlândia, estava sendo maltratada pelo filho e pela nora dela. Os policiais militares se dirigiram até o endereço informado e constataram a veracidade da denúncia”, disse a delegada Gersica Raphaela Veiga da Silva. A policial civil informou ainda que a idosa estava bastante desidratada e com hematomas pelo corpo. “A vítima nos disse que passava fome e ainda era agredida fisicamente pelo próprio filho e também pela nora. Além disso, constatamos que a idosa vivia em condições sub-humanas, dormia em um colchão velho”, relatou a delegada.

O dinheiro de uma pensão de pouco mais de R$ 2 mil ficava indevidamente com os acusados, segundo a delegada. A vítima estava bastante debilitada e teve que ser levada para o hospital público de Castanhal, onde passou por um raio-x, pois suspeitava-se que a idosa pudesse estar com alguma fratura pelo corpo. Ivanilda Lopes da Silva negou as acusações, mas afirmou que seu esposo agredia a própria mãe dele com tapas no rosto. Manoel Carlos Costa se defendeu dizendo que apenas havia empurrado a mãe.

Os dois foram autuados em flagrante pelo crime de violência domestica no âmbito familiar. Primeiro foram encaminhados para exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML) e em seguida para a cadeia. “O Manoel será encaminhado para o Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST) e a Ivanilda para o Centro de Recuperação Feminino (CRF) de Ananindeua”, afirmou a delegada Gersica Raphaela. Enquanto a idosa, ela ficará sob os cuidados de outros familiares de confiança.

Reportagem: Tiago Silva

AGENTE É FLAGRADO TENTANDO ENTRAR COM MACONHA EM PRESÍDIO

Um homem, que se identificou como agente prisional, foi flagrado no momento em que tentava entrar com certa quantidade de entorpecente (maconha) no Complexo Penitenciário de Americano, Distrito do município de Santa Izabel, região metropolitana de Belém. O flagrante foi feito por policiais militares, no início da manhã de ontem (quinta-feira).

A assessoria de comunicação social da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou o fato informando que o entorpecente teria sido encontrado nas meias e na mochila do suspeito. Disse ainda que o acusado já foi afastado das funções e que uma sindicância administrativa foi aberta para que o caso seja apurado. Ainda de acordo com a Susipe, o agente trabalhava na equipe de manutenção do órgão, subordinado à Diretoria de Logísticas e Infraestrutura. Ele, que não teve o nome divulgado, não estava lotado em nenhum dos presídios do Complexo Penitenciário de Santa Izabel.

O acusado teria sido apresentado na 17ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Santa Izabel, no plantão do delegado Marcio. O apresentado teria sido liberado após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), já que a quantidade de maconha seria pouca e o acusado teria alegado ser apenas usuário da erva.

O BLOG ligou para a Seccional, mas a atendente, que se identificou como "Josy" disse que o delegado Marcio estava participando de uma audiência e que não poderia falar sobre o caso.

Reportagem Tiago Silva

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

DESCONHECIDO É EXECUTADO COM 3 TIROS E CASAL É BALEADO

Ontem (quarta-feira) foi registrado um assassinato na cidade de Castanhal, nordeste paraense. O investigador Sandro Dias, da Polícia Civil, estava de plantão na Divisão de Homicídios (DH) do Apeú, Distrito castanhalense quando, por volta das 11h, ficou sabendo de um corpo que havia sido encontrado por populares no ramal do Bacuri, zona rural.

De imediato, o investigador Sandro, mais o também investigador Muniz e o delegado Nélio Magalhães se dirigiram para o local e constataram a veracidade da informação: encontraram um corpo de um homem ainda não identificado, aparentando ter entre 25 a 30 anos de idade. Estava com pelo menos três perfurações provocadas por tiros, possivelmente de revólver. No local, ninguém identificou a vítima e nem soube dizer como teria acontecido o crime.

Os policiais civis acreditam que a vítima teria sido assassinada em outro local e o corpo abandonado no ramal do Bacuri. O caso ainda é um mistério.





CASAL BALEADO

Também na manhã de ontem, por volta das 7h, um casal de comerciantes sofreu tentativa de homicídio na ocupação “Ana Júlia”, área do bairro Novo Estrela, periferia de Castanhal. Sebastião José da Silva, 61, foi alvejado nas costas, e Maria Helena Meneses da Silva, de 51 anos, foi atingida nas costelas.

Sebastião da Silva e Maria Helena tiveram que ser transferidos para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, onde passariam por cirurgias para a retirada dos projeteis. O estado de saúde deles era considerado delicado. Os atiradores fugiram em uma motocicleta e ainda não foram identificados. A polícia ainda tenta descobrir o que teria motivado o crime contra o casal de comerciantes.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

CICLISTA MORRE ATROPELADO E MOTORISTA É PRESO EM FLAGRANTE

Ronaldo Barbosa da Rocha, de 19 anos, foi preso acusado de atropelar Fernando Monteiro de Lima, que trafegava em sua bicicleta em via pública. Aconteceu na manhã de ontem (domingo 27) no município de São João da Ponta, nordeste paraense. A vítima não resistiu aos ferimentos.

Ronaldo fugiu sem prestar socorro, mas foi localizado e preso por uma guarnição da Polícia Militar. Antes foi surrado por populares revoltados com a situação. O acusado teve que ser conduzido à Delegacia de Polícia Civil do centro da cidade de Castanhal, onde foi ouvido e autuado pela delegada Ariane Magno Gomes. "Ele (Ronaldo) foi autuado pelos crimes de homicídio culposo no trânsito (quando não há a intenção de matar), alcoolemia, omissão de socorro e conduzir veículo sem habilitação", disse a policial civil.

O preso ficou de ser encaminhado para o Centro de Recuperação da cidade de Castanhal (CRCAST), onde permanecerá até outra decisão do poder judiciário.

Reportagem: Tiago Silva

29 DETENTOS FOGEM DE PRESÍDIO DE SANTA IZABEL

Um detento foi baleado na madrugada de ontem (domingo 27) durante a fuga de 29 presos do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), no distrito de Americano, em Santa Izabel, região metropolitana de Belém.

Segundo a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), o caso ocorreu por volta das 04h, quando detentos serraram as grades e pularam o muro da unidade usando uma escada. Durante a fuga, os internos foram interceptados por policiais militares que faziam a vigilância do local.


Os policiais militares precisaram disparar em direção aos detentos para impedir novas fugas. Um preso ainda não identificado acabou atingido de raspão e foi encaminhado para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua.

Reportagem: Dol (com informações da Susipe)