quarta-feira, 1 de abril de 2015

CASTANHAL: CARRETA ATROPELA E MATA CICLISTA NA RODOVIA BR-316

Uma carreta carregada com sacos de cimento atropelou a matou um ciclista na altura do km 68 da rodovia BR-316, em Castanhal, cidade do nordeste paraense. A vítima, que residia na agrovila Cupiúba, zona rural, era mais conhecida como “Pedrinho” e tinha 39 anos. O acidente aconteceu ontem, por volta das 14h.
O motorista da carreta não teria fugido do local e ainda teria tentado prestar socorro à vítima. Ele foi convidado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) a comparecer na Seccional do bairro Jaderândia para esclarecer os fatos. Valtemberg Barros Ferreira, de 41 anos, disse ao BLOG que não teve como evitar a colisão. “Eu ia descarregar as sacas de cimento em Belém quando no meio da viagem um ciclista atravessou na frente da carreta. Eu ainda tentei desviar, mas não deu tempo: a lateral do meu veículo atingiu o ciclista”, contou Valtemberg.

 “Pedrinho” sofreu diversas fraturas e morreu no local. Um cunhado da vítima teria dito para uma guarnição da Polícia Militar (PM) que “Pedrinho” estaria ingerindo bebida alcoólica desde anteontem.

O carreteiro foi autuado por homicídio culposo no trânsito, ou seja, quando não há a intenção de matar e responderá o processo em liberdade.

Reportagem: Tiago Silva

segunda-feira, 30 de março de 2015

MORRE 5ª VÍTIMA DE ACIDENTE EM IGARAPÉ-AÇU

Subiu para 5 o número de vítimas fatais, envolvidas em um gravíssimo acidente de trânsito ocorrido no início da manhã de sábado (28), entre os municípios de São Francisco do Pará e Igarapé-Açu, no nordeste do Estado. Uma van transportando 18 passageiros colidiu frontalmente com um caminhão-baú. A colisão aconteceu mais precisamente na rodovia PA-320, na altura da localidade conhecida como Jambuaçu, zona rural.

Os veículos ficaram totalmente destruídos. Eline de Fátima Barros, 20, e Arion Santana dos Reis, de 23 anos, morreram no local do acidente. Regiane Teixeira da Costa, 30, faleceu poucas horas depois de ter dado entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas da cidade de Castanhal. Luiz Wagner Cardoso Magalhães, 26, e Plínio Gonçalves Rodrigues não resistiram aos ferimentos e morreram no Hospital de Urgência e Emergência de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém (RMB).

Segundo informações da assessoria de imprensa do Hospital Metropolitano, outros três feridos continuam internados. Um adolescente de 17 anos passou por exame e está estável. Mateus Alves, 19, ficou de passar por cirurgia no fêmur. Já Márcia Cleide da Paixão apresentava quadro clínico mais grave.

VERSÕES

Anselmo da Graça, motorista da van, contou que seguia pela PA-320 (sentido Belém) quando um carro de passeio, que seguia à frente, teria freado bruscamente. Anselmo foi obrigado a frear também, perdendo o controle e indo parar na contramão da rodovia, momento em que colidiu frontalmente com o caminhão-baú.

Testemunhas informaram à polícia que o motorista do coletivo teria ultrapassado, em local proibido, um carro modelo pálio. No sentido contrário vinha o caminhão-baú, conduzido por Gilberto Moreira da Silva Batista, e não teria dado tempo de a van desviar. O carro de passeio seguiu viagem e a van colidiu violentamente com o caminhão. O coletivo, de acordo com o tacógrafo retirado pela perícia, estava com 130 km por hora. As versões contadas ainda estão sendo apuradas pela Polícia Civil.

VELÓRIOS E SEPULTAMENTOS

Eline de Fátima Barros (modelo), Arion dos Santos Reis, e Luiz Wagner Cardoso (cobrador da van) foram velados e sepultados no município de Igarapé-Açu, onde residiam. Regiane Teixeira da Costa (que trabalhava na rede Celpa) foi velada e sepultada no município de Maracanã, onde a mesma residia. Familiares de Plínio Gonçalves Rodrigues não informaram em que município o corpo foi veleado e sepultado. Os enterros ocorridos ontem foram marcados por muita dor e comoção.

Reportagem: Tiago Silva

POLÍCIA CIVIL PRENDE OITO PESSOAS POR TRÁFICO DE DROGAS

De quinze mandados de busca e apreensão, expedidos pela comarca da cidade de Castanhal, policiais civis da Superintendência Regional da Zona do Salgado (SRZS) conseguiram cumprir onze, durante a operação “Britadeira”, realizada na manhã de sábado (28) nos bairros Propira e Jaderlândia.

Foram presos: Elicleiton Rodrigues Ferreira, Alan Felipe da Silva Marques, Gesiel Nascimento Martins, Gilberto Feitosa de Andrade, Cristina Araújo Santos, Sara Araújo Botelho, Fabrícia Claudiele Lima Dantas e Laiana Fontel Martins. Três adolescentes, sendo um do sexo feminino e dois do sexo masculino foram apreendidos. Nas casas dos acusados foram encontradas drogas dos tipos maconha e pasta base de cocaína, prontas para serem comercializadas, além R$ 1.500,00 fruto da venda dos entorpecentes.

No interior das residências também foram apreendidos aparelhos celulares, um notebook, duas motocicletas, maquinas fotográficas e aparelhos eletrônicos, todos os objetos de procedência duvidosa. Investigadores encontraram ainda uma balança de precisão, que era usada para pesar os entorpecentes, e um caderno com a contabilidade da venda ilícita. Tudo foi apresentado na delegacia do centro de Castanhal para a realização dos procedimentos cabíveis.

Os adultos, que já vinham sendo investigados há mais de três meses pela Polícia Civil, foram autuados por crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas. As mulheres foram transferidas para o presídio feminino de Ananindeua. Os homens se encontram custodiados no Centro de Recuperação de Castanhal (CRCAST) e os adolescentes ficaram de ser internados em um abrigo para adolescentes infratores, em Belém.

Reportagem: Tiago Silva

NA FRENTE DA ESPOSA, HOMEM É EXECUTADO COM QUATRO TIROS

Por volta das 18h de sábado (28), aconteceu um assassinato na rua principal do bairro Jaderlândia, periferia da cidade de Castanhal, região do salgado. Marcos Marciel Silva França, 31 anos, foi executado com quatro tiros na frente da esposa. O assassino, que já foi identificado, fugiu do local na companhia de um comparsa.

O casal saia de um supermercado quando foi surpreendido por dois homens, sendo que um já se aproximou efetuando vários disparos de arma de fogo. Dois tiros atingiram a região do tórax e outros dois tiros acertaram a cabeça de Marcos Marciel, que não resistiu e morreu no local. O atirador foi reconhecido como sendo um individuo mais conhecido como “Dedezinho”. Ele fugiu na companhia de um comparsa que já o esperava em cima de uma motocicleta com o motor ligado.

Segundo a esposa da vítima, Marcos tinha uma rixa antiga com “Dedezinho”, por causa de uma briga ocorrida entre os dois na ocupação da Portelinha. O fato foi registrado na delegacia do centro de Castanhal e repassado para o delegado Temmer Khayat, da Divisão de Homicídios (DH).

Reportagem: Tiago Silva

TENTOU ROUBAR MOTOCICLETA E ACABOU MORTO A TIROS

Clenilson de Sousa Silva, o conhecido "Cafuzinho", de 23 anos, foi alvejado por disparos de arma de fogo e morreu, após tentar roubar a motocicleta de uma mulher, na cidade de Castanhal, região do salgado. O comparsa dele, ainda não identificado, conseguiu fugir. O fato ocorreu no bairro do Milagre, por volta das 13h de ontem.

Segundo informações de testemunhas, uma mulher trafegava tranquilamente pela rua Lauro Sodré quando, próximo ao campo do Santa Lídia, foi abordada por dois assaltantes que tentaram roubar sua motocicleta. Um policial civil, que estava em um estabelecimento comercial, percebeu a ação e impediu o roubo efetuando disparos de pistola Ponto 40 contra os criminosos. Um conseguiu fugir sem ser ferido. Clenilson de Sousa Silva, o "Cafuzinho", não teve a mesma sorte: foi alvejado e morreu minutos depois de agonizar em uma vala.

Ainda de acordo com testemunhas, Clenilson também estava armado e efetuou quatro tiros de revólver calibre 38 contra o policial civil que não foi atingido. Durante o tiroteio, a dona da motocicleta correu até o estabelecimento comercial e se escondeu atrás de um bilhar.

A arma do assaltante contendo quatro munições deflagradas e uma intacta foi apresentada na delegacia de Castanhal pelo próprio investigador envolvido no tiroteio. Ele pediu para não ter o nome divulgado.

Reportagem Tiago Silva

ASSALTANTE NÃO SE RENDE E MORRE COM TIRO DE CONTENÇÃO

Um assaltante não quis se entregar, foi atingido por um disparo de arma de fogo efetuado por um policial militar e morreu. Outro assaltante foi detido e conduzido até a delegacia de Polícia Civil. A dupla havia praticado um arrastão na zona rural do município de Terra Alta, região do nordeste paraense. O fato ocorreu na noite de quinta-feira (26).

Os sargentos Eufrásio e Mendes, na companhia dos cabos Nazareno e Jonas, realizavam ronda ostensiva pela localidade de Mocajubinha quando, por volta das 21h30min, um jovem abordou a viatura informando que acabara de ser assaltado por uma dupla que, após o crime, fugiu em uma motocicleta em direção ao município de Curuçá. A guarnição policial saiu em disparada na tentativa de localizar e prender a dupla de assaltantes.

Os suspeitos foram avistados já na altura do km 40, da rodovia PA-136. Eles não obedeceram as várias ordens de parada. Então, o policial condutor jogou a viatura contra a motocicleta dos suspeitos, provocando a parada dos mesmos. O piloto imediatamente se rendeu. Ele desceu da moto e levantou as mãos para o alto e foi detido sem ser ferido. O garupa fez o contrário e acabou tendo um fim trágico: saiu correndo com um revólver em punho, foi alvejado por um tiro de contenção e morreu dentro do mato.

Maycon Pinheiro da Paixão, natural de Santa Isabel do Pará, tinha 21 anos. O mesmo, segundo a polícia, portava um revólver calibre 32 municiado quando foi alvejado fatalmente, durante o acompanhamento policial. O comparsa de Maycon, um adolescente de 17 anos, foi apresentado na delegacia de Terra Alta para a realização dos procedimentos cabíveis.

Na delegacia, através de vítimas, foi descoberto que, na mesma noite, Maycon e o adolescente também tinham roubado aparelhos celulares e dinheiro de um idoso e de uma mulher gestante. O homicídio causado por intervenção policial está sendo apurado.

Reportagem: Tiago Silva

DOIS FORAGIDOS DA JUSTIÇA SÃO RECAPTURADOS EM CASTANHAL

Dois foragidos da justiça foram capturados, em Castanhal, nordeste do Estado, neste final de semana: um deles é condenado por roubo e tráfico de drogas, e o segundo é acusado de latrocínio.

O primeiro capturado, Wallas Jhone Natividade, de apelido "Jhony Branco", tem condenação por roubo e tráfico de drogas e estava na condição de foragido desde o ano passado. Segundo informações da Polícia Civil, ele cometia frequentemente roubos em Castanhal.


O outro detido é Miquéias de Amorim Amaral, de apelido "Topete". Ele responde processo por latrocínio - roubo seguido de morte – e também estava foragido desde 2014.

Reportagem: Dol
Com informações da Polícia Civil